Gestão

A importância de um bom relacionamento com o fornecedor

Por 30 de agosto de 2018setembro 6th, 2018Sem comentários

Em muitos negócios, o contato entre fornecedor e cliente se limita à cotação de preços, negociação de prazos e condições e assinatura de contrato. Mas, e se os fornecedores pudessem ser mais do que apenas provedores de matéria-prima e se tornassem agentes estratégicos para o sucesso da sua empresa? É no bom relacionamento com o fornecedor que essa parceria pode acontecer e trazer benefícios para ambas as partes!

Imagine, por exemplo, uma marcenaria que produz móveis destinados a lojas especializadas. Seu fornecedor de madeira oferecia bons preços e condições de entrega, mas, apesar disso, a relação entre as duas partes se restringia à cotação de preços e à entrega de pedidos, o que nem sempre atendia às necessidades da marcenaria.

Certo dia, o administrador do negócio entrou em contato com a madeireira a fim de estreitar essa parceria: falou sobre o ritmo de produção, sobre os móveis comercializados e sobre os objetivos da empresa. Ao mesmo tempo, o fornecedor se mostrou disposto a entender as necessidades do cliente e avaliar de que forma seus produtos e serviços poderiam contribuir para alcançar os objetivos da marcenaria.

Assim, uma nova parceria se estabeleceu, e o fornecedor de madeira deixou de ser apenas o “entregador” de matéria-prima para se tornar agente estratégico para a marcenaria, já que foi capaz de entender e atender às necessidades do cliente, o que fez com que a marcenaria reduzisse custos e produzisse móveis com ainda mais qualidade, num novo arranjo de relacionamento comercial que beneficiou as duas partes..

Exemplos como este mostram que o fornecedor pode ser um agente importante para a melhoria dos processos na empresa e que uma boa relação pode trazer inúmeros benefícios: alguns exemplos são a maior flexibilidade para negociar preços, prazos de entrega e condições de pagamento, a possibilidade de fazer um planejamento a longo prazo, mais transparência na resolução de problemas e confiança em todos os processos. Além disso, as duas partes conquistam credibilidade no mercado, o que pode atrair ainda mais clientes tanto para o fornecedor quanto para a empresa que compra seus produtos.

Como escolher bons fornecedores

Se a relação com os fornecedores é estratégica para o negócio, sua escolha também deve ser motivo de atenção pelas empresas. Afinal, o que levar em conta ao tomar essa decisão?

Preço, entrega e pagamento: nós falamos que a boa relação com o fornecedor vai muito além desses fatores, porém, não há como deixar de lado a relevância desses aspectos para a lucratividade e produtividade da empresa. Assim, é importante que o preço seja justo e adequado à realidade do mercado, que haja disponibilidade do produto conforme as necessidades da empresa e que, se possível, o fornecedor ofereça boas condições de pagamento. Além disso, confira se a empresa é capaz de atender a uma demanda maior quando necessário e se ela oferece flexibilidade na negociação;

Qualidade da matéria-prima: para comercializar bons produtos e satisfazer o cliente, é indispensável contar com materiais de qualidade. Neste sentido, avalie a qualidade da matéria-prima e a tecnologia utilizada pelo fornecedor ― é sempre indicado visitar a empresa para acompanhar os processos;

Credibilidade: avaliar a reputação e credibilidade do fornecedor é fundamental. Por isso, verifique suas redes sociais e outros canais de comunicação. Também é importante avaliar suas certificações, como a ISO, e o respeito às normas relacionadas ao meio ambiente e segurança;

Experiência: é possível que o fornecedor tenha uma boa reputação e credibilidade, mas que, mesmo assim, não tenha muita experiência especificamente no seu ramo de atuação. Neste sentido, é importante procurar fornecedores com mais experiência no segmento da sua empresa, o que representa um diferencial no atendimento e compreensão das suas necessidades.

Antecipação de recebíveis um bom relacionamento com o fornecedor

Entender as necessidades do fornecedor e oferecer soluções que possam facilitar o atendimento às demandas da sua empresa são passos importantes para a conquista de um bom relacionamento. Neste sentido, a antecipação de recebíveis para a cadeia de fornecedores pode ajudar a duas partes a produzirem mais e conquistar a confiança dos clientes.

Voltando ao nosso exemplo, imagine que a marcenaria recebeu um grande pedido de uma loja de armários e precisa produzir esses móveis em um curto período de tempo. O setor de vendas da madeireira, que fornece para a marcenaria, no entanto, diz que só pode atender à solicitação em caso de pagamento à vista. O volume e o prazo do pedido seriam complicadores que exigiriam essas condições específicas. A marcenaria, porém, logo se vê em um dilema por não ter o dinheiro necessário, já que o pedido da loja será pago apenas trinta dias após a entrega dos armários. Assim, nem fornecedor nem cliente podem atender às suas demandas.

Com a antecipação de recebíveis para a cadeia de fornecedores, este problema seria facilmente resolvido. No caso do nosso exemplo, funcionaria assim: a marcenaria procura uma financeira que antecipa o pagamento à madeireira. Depois, quando o dinheiro pago pelo pedido de armários entrar no caixa da marcenaria, o valor é acertado com a financeira. Simples, não é?

Com essa solução, fornecedor e cliente podem atender seus pedidos e garantir a satisfação de seus compradores de forma simples e segura, mesmo que não tenham os recursos disponíveis no momento, o que representa uma boa prática quando se trata de manter um relacionamento saudável com os fornecedores.

A Valorem oferece o serviço de antecipação de recebíveis para a cadeia de fornecedores e tem experiência nas rotinas industriais. Então, se você quer uma solução financeira capaz de destravar o relacionamento com os seus fornecedores e garantir qualidade e agilidade na sua produção, fale com a gente! Além disso, estamos à disposição para tirar dúvidas e atender a sua empresa. Entre em contato!

 

Comente