Meios Eletrônicos de Pagamento

Veja o que é preciso para montar um e-commerce de sucesso

Por 10 de fevereiro de 2020janeiro 22nd, 2021Sem comentários

O empreendedorismo está em alta no Brasil. Por conta da conjuntura do país, com a flexibilização nas relações trabalhistas e baixa oferta de emprego, muita gente tem encontrado na abertura de um negócio próprio as condições para garantir seu ganha-pão e realizar o sonho de ter algo próprio. Um dos meios de fazer isso com mais facilidade é aprendendo a como montar um e-commerce.

Dependendo do que você pretende vender, nem é preciso tanto dinheiro para iniciar. Inclusive porque todo o trabalho pode ser feito a partir de sua própria casa e ele pode começar sem uma equipe. No entanto, desde o início, é preciso saber onde se quer chegar, afinal, não dá para viver apagando incêndios, certo? Esta, aliás, é a primeira dica para montar um e-commerce de sucesso.

Definindo o que você vai vender, de onde vai trabalhar e quais são os seus objetivos a curto, médio e longo prazos, é hora de partir para as etapas mais efetivas da concretização desse sonho. A seguir, nós vamos indicar o que não pode faltar para a sua empresa crescer!

Começando a montar um e-commerce

No parágrafo anterior nós falamos sobre a definição de objetivos para montar um e-commerce. Esse primeiro passo pode ser facilitado com o desenvolvimento de um planejamento orçamentário. Com ele, você especifica todos os custos previstos para os primeiros passos do seu negócio. Aqui no blog nós já falamos sobre esse recurso, vale conferir para ter o ponto de partida.

Conhecendo os valores e já tendo um estoque inicial ― ou ao menos a esquematização de quando você terá esses recursos ―, é hora de colocar a mão na massa.

1 – Plataforma

A plataforma é como se fosse a sua loja propriamente dita. Nela serão expostos os produtos e processados os pagamentos. Existem opções gratuitas, mas são bastante limitadas. Há ainda as de código-fonte aberto que também são gratuitas, mas que exigem conhecimentos específicos da plataforma. 

Tem também as plataformas pagas, que possuem um suporte adequado e ainda permitem personalização, apesar de que cobram uma porcentagem da sua receita por isso.

O importante é escolher algo que esteja dentro da sua capacidade orçamentária neste momento, mas que permita alguma expansão em médio prazo. Optar por algo muito limitado pode prender o seu negócio e impedir que ele aproveite um eventual bom retorno de público para crescer.

2 – Segurança

A segurança é um elemento essencial na hora de montar um e-commerce. Não apenas porque os clientes querem se sentir seguros, mas porque você mesmo precisa estar protegido. 

No seu e-commerce vão circular muitas informações particulares, como endereço completo dos clientes, documentos e número do cartão de crédito. Além disso, ali estão todos os dados sobre o seu estoque. Então, não é possível prosseguir sem se certificar de que esse aspecto está plena e adequadamente resolvido.

São dois tipos de segurança necessários em um e-commerce. Um é o SSL (Secure Socket Layer), uma proteção para os usuários quando eles preenchem os formulários de cadastro. Essa ferramenta impede o roubo dessas informações. 

O outro tipo é o Sacan de Aplicação e IP, que busca vulnerabilidades no seu site que facilitariam o acesso ao banco de dados por um contraventor. A ferramenta aponta onde estão essas falhas para que seja possível corrigi-las.

Tão importante quanto ter essas proteções é avisar os seus clientes de que elas existem. Para isso, não esqueça de inserir selos reconhecidos no seu site avisando sobre essas medidas. Expor tal informação garante um efeito positivo e auxilia nas taxas de conversão.

3 – Marketing

O marketing é sempre importante, em qualquer circunstância. Mas para quem está pensando em montar um e-commerce é ainda mais fundamental. Quando alguém decide abrir uma loja física, a escolha do ponto comercial cumpre com metade do desafio de atrair clientes. Afinal, estar em uma região bem movimentada pode, por si só, chamar a atenção de quem passa.

Na internet, porém, não existe isso. Ninguém vai passar pela sua loja se você não anunciá-la. Por conta disso, é requisito básico investir em divulgação. Para começar, é necessário criar perfis em redes sociais, que vão permitir anunciar os seus produtos, interagir com os consumidores e ainda servir como meio de comunicação. Um blog também pode ajudar a cativar o seu público-alvo.

Porém, você só vai alcançar mais pessoas se investir no impulsionamento das publicações. Isso, entretanto, não se restringe às redes sociais: será preciso um orçamento destinado a links patrocinados no Google para que, quando alguém pesquisar sobre o que você vende, encontre a sua loja ou, no mínimo, o seu blog com informações sobre o que você tem a oferecer.

Por exemplo, se o seu negócio é um comércio de roupas esportivas, vale selecionar alguns termos específicos sobre determinados produtos e programar anúncios relacionados a eles. É preciso levar em consideração que, no resultado das buscas, certamente vão aparecer muitos resultados de grandes redes. Então, é fundamental ter uma estratégia para se destacar com diferenciais exclusivos.

Esses diferenciais podem ser em relação ao serviço e atendimento prestados, à qualidade dos produtos, à forma de pagamento e, até mesmo, na relevância das informações oferecidas aos clientes por meio dos seus canais.

4 – Pagamentos

Naturalmente, todo esse trabalho é realizado com o objetivo de vender. Assim, o coração de todo esse processo é o meio de pagamento. Nesse sentido, a solução tem que ser, sobretudo, confiável, segura e tecnológica o suficiente para que você tenha controle total das suas vendas. Além disso, é necessário haver um suporte qualificado, capaz de ter respostas rápidas diante de dúvidas e inconsistências.

A ValoremPay, por exemplo, é uma fornecedora de meios eletrônicos de pagamento na medida certa para quem está pensando em montar um e-commerce. Nós trabalhamos com uma grande variedade de meios de captura de vendas, o que é ideal para todo tipo de negócio, independentemente do tamanho, do tempo de atuação e da especialidade.

Quer conhecer melhor a nossa solução? Então entre em contato com a gente! Se preferir, você pode deixar o seu comentário no espaço abaixo.

Comente