Antecipação de recebíveisGestão

Modalidades de crédito: como escolher a melhor opção para sua empresa?

Por 20 de maio de 2019dezembro 17th, 2019Sem comentários
Modalidades de crédito

No mundo ideal, os empresários conseguiriam pagar todas as contas e ainda fariam investimentos sem precisar recorrer ao dinheiro de terceiros. Mas, na vida real, sabemos que nem sempre as coisas saem como planejado e, às vezes, precisamos recorrer a algumas modalidades de crédito, como a antecipação de recebíveis e o empréstimo, para suprir as necessidades do negócio.

 

Mas não pense que buscar recursos fora da sua empresa é sinal claro de problema. Apesar desse movimento ser encarado, normalmente, como um alerta em relação às finanças, muitas vezes é apenas uma alternativa para crescer ou adiantar ações para aproveitar oportunidades. Porém, qualquer que seja a justificativa, o primeiro passo é conhecer as modalidades de crédito existentes.

 

Para ajudá-lo, preparamos este artigo, que explica os principais detalhes de três opções disponíveis no mercado. Vamos explicar o conceito de empréstimo, de financiamento e de antecipação de recebíveis, além de mostrar quando e onde recorrer a eles. Siga com a gente!

 

Empréstimo: uma alternativa para questões urgentes

 

Basicamente, ao fazer um empréstimo, você toma um valor de um terceiro, normalmente um banco ou uma instituição financeira, para pagá-lo em um prazo predeterminado mediante o acréscimo de juros. Quem cede o valor não exige que a empresa justifique o destino do dinheiro e, de forma geral, não pede nenhum tipo de garantia em troca. O acordo se dá por meio de um contrato, no qual são estipuladas as condições, e é ele que vai garantir a segurança jurídica tanto para quem pega quanto para quem cede o empréstimo.

 

Esse modelo é bastante utilizado por causa da pouca burocracia envolvida. Porém, a falta de exigências impacta diretamente nas condições com as quais o empréstimo é concedido, mais diretamente no valor da taxa de juros. Isso acontece porque a garantia é a forma pela qual a instituição financeira assegura que, de alguma maneira, receberá de volta o dinheiro que emprestou.

 

Se não for assim, o risco de que a dívida não seja paga aumenta. Juro alto, neste caso, é uma forma da instituição se proteger. Outra forma de reduzir a insegurança é oferecer prazos curtos para o pagamento. Não é uma regra, mas é bastante comum entre as fontes de empréstimos.

 

Por isso, a indicação é que uma empresa faça esse tipo de dívida somente em casos urgentes, quando não existir mais nenhuma possibilidade para resolver um problema de dinheiro.

 

Financiamento: dinheiro com destino certo

 

As principais características do financiamento são a necessidade de indicar à instituição que cederá o dinheiro em quê ele será usado e de oferecer uma garantia, que normalmente é o próprio bem adquirido. Se a empresa financiou uma máquina nova, por exemplo, esse equipamento será inserido no contrato como forma de garantia, autorizando a instituição a ficar com ele em caso de inadimplência.

 

Além disso, a burocracia é maior e exige a apresentação de uma série de documentos, como orçamento, balanços e o Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE). Com tudo em mãos, a instituição pode analisar a possibilidade da empresa arcar com a dívida. A vantagem de todo esse processo é que os riscos para a instituição diminuem, o que acaba reduzindo os juros e aumentando o prazo para o pagamento dos valores financiados.

 

Geralmente, o financiamento empresarial está ligado ao planejamento do negócio, sendo usado para a expansão e a melhoria da empresa até mesmo quando ela tem capital em caixa. Ele é oferecido por bancos comerciais, como Banco do Brasil, Caixa e Bradesco, mas também por instituições financiadoras, como BNDES e Finep, e até por bancos regionais, como o Banco do Nordeste.

 

Antecipação de recebíveis: seu dinheiro em mãos com antecedência

 

Essa modalidade de crédito também envolve uma instituição financeira, mas não o dinheiro de terceiros. Na antecipação de recebíveis, uma empresa vende o direito ao crédito de suas vendas a prazo e recebe à vista o valor correspondente ao dividendo. Em outras palavras, empreendimentos que trabalham com duplicatas ou cheques pré-datados podem receber antecipadamente o que entraria em caixa mais para frente.

 

Um dos principais benefícios é que o dinheiro recebido já pertence à sua empresa, mas também podemos citar as taxas de juros menores que as aplicadas em muitas categorias de empréstimos. Como se trata de recursos da própria empresa, não há o acúmulo de uma dívida para o futuro. A antecipação pode ser usada tanto para uma emergência, quanto para aproveitar uma oportunidade de negócio.

 

Tanto uma instituição financeira quanto um banco oferecem a antecipação de recebíveis, mas, normalmente, os bancos têm taxas de juros maiores e um pouco mais de burocracia.

 

Modalidades de crédito: qual é a melhor alternativa?

 

A opção a ser escolhida está diretamente ligada à necessidade da empresa no momento. É por isso que os profissionais ligados ao planejamento e às finanças precisam fazer uma análise detalhada para identificar esse ponto com exatidão. E, é claro, é preciso ter em mente que nenhuma das modalidades de crédito pode ser usada indiscriminadamente, pois acabaria comprometendo o bom andamento dos negócios.

 

Então, se o objetivo é expandir ou comprar máquinas e equipamentos e para isso você precisa de um valor bastante alto, o ideal é procurar um financiamento. A não ser, claro, que sua empresa tenha vendas a prazo que supram esse valor.  De qualquer forma, analise a melhor proposta e, especialmente, os juros e as condições de pagamento.

 

Agora, se você precisa de dinheiro para resolver uma questão urgente ou para aproveitar uma boa oportunidade de negócio, a melhor das modalidades de crédito é a antecipação de recebíveis, pois ela trabalha com os recursos da própria empresa. Evitando, assim, o acúmulo de uma dívida que, em longo prazo, pode acabar desequilibrando o caixa.

 

Para entender em detalhes como funciona a antecipação de recebíveis, temos um material especial para você. Clique na imagem abaixo e faça o download gratuito do e-book sobre esse tema:

 

 

Esperamos que você tenha gostado deste artigo e que as diferenças entre as modalidades de crédito existentes tenham ficado claras para você. Deixe um comentário contando o que achou e se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco. Temos uma equipe sempre pronta para atendê-lo!

Comente