InvestimentosMateriais educativos

[E-book] FIDC: mais vantagens para você

Por 16 de fevereiro de 2016setembro 27th, 2019Sem comentários

O Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), ou fundo de recebíveis, como também é conhecido, trata-se de um modelo de investimento trazido para o Brasil por volta de 2001 com o objetivo de ampliar as opções de fundos existentes no país.

Esta modalidade de fundo é dividida em dois tipos de cotas: subordinada, proveniente da subordinação no resgate de cotas em relação às contas seniores, e sênior, que são cotas preferenciais, ou seja, possuem preferência no resgate.
Diferente do que muita gente pensa, o FIDC não é nenhum bicho de sete cabeças. Entre os fundos mais populares, como LCI, LCA, CDB, Fundos de Renda Fixa, tendo ou não isenção fiscal ou garantia do Fundo Garantidor de Crédito, a relação de risco e retorno do FIDC é muito vantajosa e supera os 125% do CDI com um risco relativamente reduzido.

Este tipo de fundo foi regulamentado no final de 2001, e no início de 2002 começaram a surgir os primeiros produtos no mercado com a oferta de muitas vantagens. Entre elas:

● Permite o aumento no tamanho das operações, pois está amparado em uma estrutura de fundo;
● Cria uma ponta de captação de recursos pela venda de cotas de FIDC para investidores;
● Tem risco reduzido;
● É um investimento de renda fixa;
● Diminui a carga tributária;
● É lastreado em direitos a receber, que são duplicatas e cheques emitidos como forma de pagamento.

Assim como qualquer outro investimento, quando você não sabe com o que está lidando, no FIDC você pode perder grandes oportunidades que essa aplicação pode oferecer. Pensando nisso, preparamos um e-book gratuito com todas as informações que você precisa saber.

Lembre-se, antes de optar por qualquer tipo de fundo procure sempre quem pode lhe ajudar a tomar a melhor decisão ideal para você.

Comente