InvestimentosMateriais educativos

[E-book] Entenda o que é e como investir em debêntures

Por 5 de julho de 2017setembro 27th, 2019Sem comentários

Investir em debêntures é uma decisão bastante vantajosa e qualificada. Por ser uma aplicação em renda fixa, essa modalidade é capaz de garantir maior previsibilidade quanto ao retorno a ser obtido. Ela também garante mais segurança em relação à volatilidade do mercado e risco controlado de perdas financeiras. Para adquiri-las, é possível recorrer a corretoras.

Em geral, as debêntures são títulos de dívidas de empresas privadas e públicas. Elas comercializam esses papéis com a intenção de buscar recursos para seus projetos, ou simplesmente capitalizar o negócio.

É uma aplicação de longo prazo e que está completamente associada ao sucesso da iniciativa de quem a emitiu. Se a empresa não for bem-sucedida ou simplesmente não pagar aos investidores ― situações hipotéticas, porém, possíveis ―, quem fez a aplicação pode ter problemas em recuperar o valor investido.

Mas há uma outra maneira de aproveitar todas as vantagens das debêntures sem passar por essas situações de maior risco. Siga adiante que a gente explica!

Entenda os benefícios de investir em debêntures via securitizadora

As securitizadoras são empresas que transformam créditos de recebíveis em investimentos. A operação funciona da seguinte maneira: imagine uma empresa que precisa receber imediatamente por uma venda que entraria no caixa apenas a prazo (em 30, 60 e 90 dias). Para conseguir esse dinheiro imediatamente, ela busca uma securitizadora, que antecipa o recebimento dessa dívida por meio da securitização.

A securitizadora, então, fica com o direito de receber pela dívida. Para monetizar essa operação, ela transforma esse crédito de dívida em investimentos. Um deles é a debênture. Assim, quando o cliente dessa empresa pagar pelo produto que comprou, esse dinheiro vai fazer parte da aplicação administrada pela securitizadora.

Diante dessa lógica, optar por debêntures negociadas por uma securitizadora resolve duas questões que aparecem como problemáticas na forma tradicional. Uma delas é a liquidez, porque o resgate desse crédito de dívida é feito em tempo menor do que o retorno do investimento de uma empresa, que motiva uma debênture comum. Dessa maneira, é possível recorrer ao dinheiro aplicado em menos tempo.

O outro é a segurança, porque as securitizadoras são responsáveis pela cobrança dessas dívidas e também partes interessadas no rendimento do investimento. Portanto, há um esforço para garantir que os investidores tenham acesso aos recursos pelos quais esperam.

Enfim, aqui fizemos um pequeno resumo do que é de quais diferenças existem entre os tipos de debênture disponíveis no mercado. Mas se você quiser conhecer mais vantagens dessa aplicação, entender exatamente como funciona o processo de securitização, em quê exatamente está a segurança ao investir nessa modalidade, como será o resgate dos valores e tantas outras questões imprescindíveis para a tomada de decisão, baixe agora mesmo, gratuitamente, o e-book Securitização para investimento em debêntures! É um material completo e esclarecedor sobre o tema, que traz informações valiosas para você ficar muito mais informado e investir sem medo.

Comente