Antecipação de recebíveis

Como funciona alavancagem com antecipação de recebíveis

Por 17 de março de 2021março 24th, 2021Sem comentários
alavancagem com antecipação de recebíveis

Aumentar as possibilidades de crescimento na sua empresa requer atenção, principalmente quando você já tem esse recurso em casa, que tal olhar primeiro para seus recebíveis antes de recorrer ao empréstimo, vamos estudar aqui um pouquinho sobre Crescimento Alavancado.

O que é alavancagem?

Com uma alavanca é possível transmitir mais força do que de fato se tem. A alavancagem tem o intuito de multiplicar a rentabilidade por meio do “endividamento”. Essa prática consiste em uma empresa utilizar-se de recursos de terceiros.

Se a empresa não tem a força necessária para fazer um determinado negócio, existe a opção de buscar uma alavanca, isto é, através de recursos de intercessores buscar uma força extra para fazer acontecer.

Isso quer dizer, que uma operação alavancada permite com que o investidor movimente volumes financeiros bem superiores ao que ele possui em conta, fazendo com que as chances de se obter uma maior rentabilidade, sejam potencializadas.

Vale esclarecer que tomar dinheiro emprestado de terceiros não é um sinônimo de estar mal, porém, a técnica só é compensatória quando a alavancagem for positiva, isto é, se o retorno do negócio for suficiente para arcar com os pagamentos do empréstimo, dos juros e ainda obter uma margem de lucro.

Como posso crescer usando o modelo de alavancagem?

Na prática, quando uma empresa está alavancando ela está multiplicando a sua capacidade de realizar alguma atividade que antes não poderia se utilizasse somente o capital próprio. Em outras palavras, alavancagem refere-se à dívida ou a empréstimos de fundos para financiar a compra de ativos de uma empresa e, consequentemente, aumentar o lucro.

Faça um bom planejamento e verifique em qual período sua empresa está, se é em um período de expansão ou em uma fase de contratação. Se estiver na fase de expansão, a captação de recursos externos é o melhor negocio. Isso porque a alavancagem pode ser benéfica numa fase cíclica de expansão, ou prejudicial numa fase cíclica de contração, para isso, é primordial que o orçamento empresarial seja monitorado. Com um controle interno adequado é possível utilizar procedimentos para gerenciar o fluxo de caixa e evitar que despesas sejam maiores que receitas. Isso impedirá que a empresa se afunde em dívidas.

Quais os recursos que posso utilizar para buscar investimento para o meu crescimento?

Existem algumas instituições que oferecem dinheiro em troca de remuneração na forma de juros, vamos entender os detalhes:

  • Empréstimos: essa é a forma mais popular e antiga de pedir recursos para o seu negócio. Mas para isso, você terá provavelmente que dar garantias patrimoniais e a taxa que será cobrada nem sempre vai ser aquela que você espera.
  • Financiamento: também é um contrato entre o cliente e a instituição financeira, mas com destinação específica dos recursos tomados, como, por exemplo, a aquisição de um bem. Geralmente o financiamento possui algum tipo de garantia, como a alienação fiduciária ou hipoteca.
  • Microcrédito: são empréstimos de pequeno valor e com uma burocracia menor, ajudando empreendedores que necessitam de recursos e que não tenham crédito bancário. É uma alternativa, porém limitada em termos de valor e prazo.
  • Antecipação de recebíveis: importante fonte de recursos a custos mais barato do que o dinheiro vindo de bancos, agilidade na contratação, nesse caso você está apenas antecipando um valor que você já possui, e o valor nesse caso.

Quais as diferenças entre cada tipo de recurso?

  • Empréstimo bancário: é um contrato firmado entre o usuário — que pode ser pessoa física ou jurídica — e uma instituição financeira, na qual o cliente toma emprestado uma quantia que será devolvida posteriormente com juros e outros tributos. A operação pode ser de curto, médio e longo prazo, ou seja, o cliente escolhe em quantas parcelas fará a devolução do montante.
  • Financiamento: ocorre quando um sujeito pede dinheiro emprestado, geralmente para uma instituição financeira ou de crédito, com a promessa de devolvê-lo com juros de maneira parcelada. Esse tipo de crédito costuma ser buscado por pessoas que desejam fazer a compra de algum bem, mas que não possuem o valor completo para finalizá-la.
  • Microcrédito: é preciso que o contratante, seja pessoa jurídica ou pessoa física que pretende começar um negócio, desempenhe atividades produtivas de pequeno porte. Na prática, isso significa que ele deve ter uma receita bruta – ou seja, sem os descontos de impostos – igual ou inferior a 360 000 reais por ano, o que representa uma renda média mensal de até 30 000 reais. Outra regra diz respeito ao uso do dinheiro: o valor do empréstimo deve ser destinado a projetos específicos e isso inclui aquisições de matéria-prima, máquinas e equipamentos.
  • Antecipação de Recebíveis: ocorre quando uma empresa negocia títulos e valores a receber. Esses títulos são repassados para financeiras especializadas que, em troca deles, antecipa os valores referentes. Resumidamente, trata-se de um adiantamento das quantias a serem recebidas. Geralmente se referem às duplicatas e cheques, sendo bastante utilizadas pelas empresas para obter capital de giro. Essa operação permite que a empresa receba o dinheiro previsto de uma só vez.

Como a antecipação de recebíveis pode ajudar na busca por recursos?

A antecipação de recebíveis é uma forma rápida de levantar capital de giro para gestão de fluxo de caixa da empresa. Regularizando o fluxo de caixa, gera liquidez para manter as contas em dia.

Com taxas distintas sobre a operação, a empresa diminui o comprometimento de receitas e endividamento do negócio, impulsionando seus próprios recursos, ajudando no desenvolvimento e necessidades da empresa.

É complicado depender de valores que ainda não foram recebidos para equilibrar as contas, quem conhece as rotinas do departamento financeiro sabe bem como é administrar o dia a dia. Para garantir o fôlego da operação e manter o capital de giro é que buscamos e indicamos a antecipação de recebíveis.

Por que a Valorem é a melhor opção na antecipação de recebíveis?

A Valorem é a sua melhor no segmento de antecipação!

Trabalhamos exclusivamente para nossos clientes com respeito, transparência e agilidade, através de uma equipe preparada e engajada, fonte de ações e estratégias voltadas a um atendimento de excelência. Nossas ações internas aos nossos colaboradores refletem nesse atendimento e nos garantiu o prêmio GPTW.

Com foco no desenvolvimento sustentável, levando para cada cliente uma solução personalizada para que assim possam alavancar a economia do país. Atendemos a necessidade da sua empresa e urgências, estamos aqui para oferecer a solução imediata, porque entendemos a verdadeira realidade do mercado.

Nada melhor do que honrar com compromissos de forma que não comprometa a sua segurança financeira não é mesmo? Antecipar com a Valorem significa mais acessibilidade, taxas competitivas, atendimento personalizado.

Venha antecipar com uma empresa que já está a mais de 20 anos no mercado, seja este um momento delicado ou não, estamos sempre dispostos em lhe atender!

Autor: Equipe de Cobrança Valorem

A Valorem é uma securitizadora especializada em Soluções Financeiras. Clique e conheça nossos serviços de Antecipação de Recebíveis.

 

Comente