Investimentos

Ações na Bolsa e debêntures: qual a melhor opção de investimento?

Por 10 de outubro de 2017setembro 27th, 2019Sem comentários

Que pessoa não deseja que o seu patrimônio aumente cada vez mais, não é mesmo? Para isso, sabemos que existem diversas maneiras de fazer o seu dinheiro render. Entre elas, temos as ações na Bolsa e debêntures. No entanto, quando pensamos nesses tipos de investimentos é normal surgirem algumas dúvidas “É muito arriscado?” “Será que essa é melhor opção?”. Então, para que você faça as melhores escolhas e obtenha bons resultados, vamos explicar a diferença entre essas opções. Acompanhe!

Ações na Bolsa de Valores

Ações, em uma definição bem simples, são pequenas fatias de uma empresa. Desse modo, ao comprá-las na bolsa de valores, o investidor se torna uma espécie de sócio da companhia que emitiu o papel. Assim, ele passa a correr os riscos do empreendimento, podendo lucrar caso a ação se valorize ou perder dinheiro se houver depreciação. Para investir neste tipo de aplicação é preciso ter muito cuidado e estar sempre atento, pois ele é considerado um investimento conhecido como renda variável, portanto, de alto risco, devido às tantas oscilações do mercado.

Por isso, se você pretende comprar ações na bolsa de valores, é necessário entender, antes de mais nada, que a valorização ou a depreciação das ações não são um reflexo da saúde financeira da empresa em questão. Por exemplo: a ação de uma companhia com as contas em dia e faturamento em alta podem estar mais baratas do que uma ação de uma empresa completamente endividada. Isso se dá porque, muito provavelmente, o empreendimento com dívidas esteja prestes a receber uma oferta de aquisição de uma corporação maior e bem-avaliada pelo mercado. Assim, existe uma enorme chance da empresa se valorizar, o que a torna um excelente investimento. Sabendo disso, a concorrência aumenta e seu valor no mercado também. É preciso ficar muito atento a detalhes como este para se dar bem nas aquisições, caso contrário, você pode perder muito dinheiro.

Debêntures

Já as debêntures são consideradas um investimento de renda fixa e, portanto, de baixo risco e mais seguro quando comparadas às ações de bolsas de valores. Afinal, elas são títulos mobiliários que garantem ao comprador, como citamos, uma renda fixa. Em outras palavras, podemos conceituá-las como sendo um título de crédito de emissão de companhias abertas não-financeiras, utilizados para a captação de recursos em médio e longo prazos. Isso quer dizer que o portador da debênture é um credor da empresa que a emitiu.

Vamos a um exemplo: se um determinado empreendimento necessita de capital e não quer fazer um empréstimo bancário, ele pode recorrer a uma emissão de debêntures. Dessa maneira, o investidor em debênture “empresta dinheiro” à companhia emissora por meio da compra de um título e, em troca, ela se compromete a pagar o valor total investido e acrescido de juros. Ou seja, garante uma fonte de renda fixa com uma boa margem de lucro e segurança.

Debêntures via securitizadora

Falando em segurança, não podemos esquecer de mencionar que as debêntures possuem um modelo chamado de debêntures via securitização. A securitização, como vimos aqui, é um processo de compra de recebíveis para transformá-los em investimentos; e as debêntures, como acabamos de ver, são títulos de dívidas emitidos pelas empresas. Então, quando uma securitizadora compra a dívida de uma empresa, ela pode transformar esse título em debêntures, dando a oportunidade de outros investidores adquirirem e lucrarem com um risco reduzido. O que torna essa operação tão benéfica ao investidor é que o título não fica atrelado a apenas uma empresa ou um título de dívida. Neste caso, a diluição dos recebíveis faz toda a diferença.

Pronto, agora que você conhece um pouco mais sobre essas operações e as características de cada uma delas, já dá para começar a pensar em qual pode ser a melhor opção para investir com segurança e fazer o seu dinheiro render mais. Se você ainda estiver com dúvidas e quiser aprimorar o seu conhecimento, baixe gratuitamente o nosso e-book “A securitização para investimento em debêntures”. Nele, é possível encontrar mais detalhes sobre esse assunto e aprender como fazer o investimento e o resgate da aplicação. Aproveite esta oportunidade e boa leitura!

Comente